sábado, 11 de abril de 2009

"E como é desconcertante rever um "grande amor" . Você olha para ele e não sabe onde foi parar aquilo tudo que deveria estar eternamente ali. Onde vai parar o sempre quando sempre acaba? Claro "que seja eterno enquanto dure", e então não é eterno, pois a eternidade é infinita e finito é o amor, não é isso?"

Fernanda Young

2 comentários:

Fezzoka disse...

Me sinto tão estranha quando vejo um amor antigo..

as vezes o coração vai na boca.. noutras me pergunto como pude me apaixonar por aquele ser ali..


mas faz parte!

o amor é finito sim!

E tenho dito!

Quero seguir os passos do meu coração . ♥ ♪ disse...

Q LINDO *-*