quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

― Nada, mãe. Não foi nada. Deu saudade, só isso. De repente, me deu tanta saudade. Da senhora, de tudo.

C.F.A

2 comentários:

Amanda disse...

Mi, tu táis cá, táis?

Juliana Adono disse...

Oi Camila.
Gostei muito do seu blog, os trechos publicados são tão expressivos e tão bonitos.
Me identifiquei muito, principalmente com os de Caio Fernando Abreu.
Dê uma passada no meu, é novo, porém, se gostar, siga-me.