quinta-feira, 8 de abril de 2010

Você não acredita como eu me importei com você, como eu reparava nos teus cacoetes, ouvia tua voz e pelo tom eu percebia como andava o teu humor, como eu sabia bem dos teus horários, teus macetes, eu poderia ter escrito teu diário, tanto eu te conhecia.

Martha Medeiros

3 comentários:

Carolyne Mota. disse...

Esse tipo de interesse só chega até nós devido a um sentimento que tentamos por vezes afastar. Paixão.
Adorei o texto,
beijo :*

Sαbrinα disse...

Com toda minha admiração dedico um selo a ti em meu blog *-*

Bom Fim de Semana :*

Karla Thayse disse...

Que lindo aqui!
Encantada...
Beijo